quinta-feira, 29 de outubro de 2015

O cuidado de entrar em alguns Prazeres Culpad


"O cuidado de entrar em alguns Prazeres Culpados.
"Sim, sim." Meus pedidos de mais ecoou na solidão silenciosa do quarto de hotel. Minhas mãos amarradas foram atrás das costas e amarradas à cadeira; meus tornozelos segurando as pernas da mesma maneira. Olhos vendados, eu não podia ver a ligação, mas o cheiro de couro em espiral no meu nariz. Claro, o flogger. Eu deveria ter sabido.
Permitindo que minha mente vagasse, imaginei Mestre D pairando sobre mim, grande e poderoso. O chicote na mão cortou o ar, antes de me entregar ao próximo beijo da dor para minhas coxas nuas.
Eu não sabia o seu nome real, só sabia o apelido que ele usou no chat de bondage do quarto, Tie Me Up. Dois meses se passaram antes que eu tivesse trabalhado até a coragem de apresentar-me aos membros online. Até aquele dia, eu estava espreitando o contéudo. Não, isso é uma mentira. Eu tinha planejado emergir das sombras mais escuras e confessar a minha
fantasia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário