sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Epimélides


Epimélides: Adara O’Hare

Cinco ninfas masculinos com poderes especiais são chamados para formar uma equipe de elite, para lutar contra catástrofes naturais e sobrenaturais.
 Um dos que são chamados a servir é um jovem ninfa Epimélides idealista chamado May. 
May se junta ao grupo na esperança de uma vida melhor do que tinha entre suas irmãs e pai, onde todos o evitavam por ser apenas meio Epimélides. 
Mas, a menos que ele encontre sua árvore, o tempo de May junto a equipe pode ser de curta duração; sem sua árvore, lhe falta poderes e ele se torna uma responsabilidade enorme para a equipe. 
O Deus do rio Cydnos vai para a reunião de formação da equipe, para descobrir quem está tentando manipulá-lo e com que finalidade. 
O que encontra é um antigo aprendiz seu, que virou guerreiro e é o treinador da equipe e que sabe mais do que está dizendo; duas ninfas que podem lidar consigo mesmos, e dois ninfas ingênuos que acreditam que estão lá para ajudar a salvar o mundo. 
Em cima disso, Cyd descobre que tem um vínculo único com um dos jovens ninfas, uma distração que um guerreiro não precisa.
 Tem a intenção de ir embora, mas sua consciência não vai deixá-lo abandonar esses jovens lá sem treinamento para se matarem. 
Quando os poderes de May de repente começam a se manifestar, Cyd vai ter que descobrir o segredo da árvore de May, antes que ele acidentalmente se mate. 
Se Cyd não resolver logo o problema, a equipe pode acabar sofrendo a falta de um membro. Ou dois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário