sábado, 12 de dezembro de 2015

VARRIDOS

VARRIDOS
Diana DeRicci
Um noivado desfeito, um beijo com um estranho, e agora ele pode ser...
 Gay? O noivado de Luke Fletcher com Sandy tinha ido mal, e foi tudo culpa dele.
 Ele tinha beijado um rapaz. 
E ele gostou. Luke acha que pode seguir em frente e escrevê-lo fora como uma brincadeira bêbada, de despedida de solteiro, que era para ser, até que um clone virtual do ‘cara beije-me’ aparece em sua porta.
 Seth Rusko tem sido um amigo do irmão de Sandy por séculos, por isso, quando ele pediu-lhe para deixar uma caixa de coisas do ex de Sandy, calcula que o mínimo que ele pode fazer é ajudar a menina sair. 
Mas ele não tinha planejado sobre o ex de Sandy sendo tanto de uma língua estranha, respiração contagiantemente quente. 
Claro que, sendo quente é irrelevante, o cara é claramente hetero. 
Pelo menos, ele parece hetero...
 Até que ele diz a Seth o que fez para causar o rompimento... 
E até Seth lembra a última vez que perdeu seu coração para um cara hetero, que não sabia o que ele queria...

Nenhum comentário:

Postar um comentário