sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

ESTRELA DA MANHÃ

ESTRELA DA MANHÃ
Um encontro de uma noite só.
 O que você faria se encontrasse seu Adônis? 

 Mais uma vez, Mark estava naquele canto escuro. 
Puxando o colarinho fechado, ele desejou que usasse um casaco mais pesado. Sua camisa apertada e calça jeans pintadas, destinados a levá-lo colocado, fez pouco para protegê-lo do frio. 
As noites de início do outono estavam ficando sombrias. 
Em breve ele seria capaz de ver a sua respiração embaçando o ar.
 Por que ele enfrentou os elementos em uma noite como esta? 
Tinha que ir para o trabalho pela manhã e não podia se dar ao luxo de perder se pegasse um resfriado.
 Sentindo-se como um idiota, Mark chutou o celofane descartado a partir de um maço de cigarros, uma vez que passou a frente. 
Se ele fumasse, teria um amontoado de pontas aos seus pés até agora. 
Ele tinha estado aqui todo fim de semana pelo mês passado. 
E toda vez, ele foi para casa sozinho. 
Apenas o que ele esperava? Tornou-se, inegavelmente, mais e mais evidente que só tinha sido uma noite apenas.
 Esta é a última vez. 
Chame-o de idiota, mas enquanto não estava procurando um relacionamento, pelo menos ele queria taxa como uma aventura.
 Fez uma maravilha de cara, se talvez ele devesse ter colocado melhor numa primeira performance.
 Movendo a cabeça para si mesmo, ele se virou e foi embora

Nenhum comentário:

Postar um comentário